Mostrando postagens com marcador Projeto de Lei propõe redução de salários dos vereadores. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Projeto de Lei propõe redução de salários dos vereadores. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 13 de setembro de 2021

Dracena - Projeto de Lei propõe redução de salários dos vereadores

 

PROJETO DE LEI 62/2021 da Vereadora Sara dos Santos Scarabelli Souza (Podemos)

"Estabelece redução na remuneração dos vereadores de Dracena

Art. 1º - Os vereadores de Dracena terão redução na sua remuneração para o patamar de 01 (um) salário-mínimo vigente no país.

Art. 2º - As verbas economizadas por conta da aplicação desta Lei serão usadas, obrigatoriamente, em ações da Secretaria de Saúde para o combate à pandemia, ações na área de saúde e assistência social.

Art. 3º - As reduções salariais previstas nesta Lei não prejudicam os descontos em folha para o pagamento de obrigação de alimentos; o vereador que for devedor de alimentos receberá a remuneração de um salário-mínimo vigente no país sem computar a obrigação alimentícia, que será paga conforme judicialmente fixada.  

Art. 4º - Esta Lei entra em vigor na data da sua publicação.   

Sala das Sessões... Às Comissões competentes."  

JUSTIFICATIVA - PL 62/2021

“A pandemia causada pelo Covid-19 gerou enorme impacto no Município. É necessário aumentar as despesas com saúde e assistência social, porque a quarentena imposta pelo Governo do Estado faz com que muitas pessoas deixem de trabalhar e ter renda.

Doutro turno, é de conhecimento de todos que a população em geral anseia a redução salarial dos vereadores em todo o país para o patamar de, no máximo, 01 (um) salário mínimo vigente no país, única fonte de renda da maioria e sofrida população brasileira.

Diante de tal situação, é necessário tomar tal medida com urgência, a fim de prover ao Município os recursos necessários para dar conta da pandemia e demais ações na área da saúde e assistência social.

Assim, proponho o corte da remuneração dos vereadores para o patamar de 01 (um) salário-mínimo vigente no país, sendo os recursos economizados com tal medida destinados, necessariamente, ao combate à pandemia e ações na área da saúde e assistência social.

Tudo isto será feito sem que seja afetado qualquer desconto para pagamento de obrigação alimentícia, preservando assim a renda de menores e idosos que são credores dos vereadores.

Peço aos eminentes colegas a aprovação deste projeto."