quinta-feira, 27 de dezembro de 2018

Veja 10 livros para ler nas férias do ensino médio


Autores como Machado de Assis, Rachel de Queiroz, Martha Medeiros, Clarice Lispector e Graciliano Ramos caem nas provas de grandes vestibulares

Felicidade Crônica - Martha Medeiros
Os textos de Martha Medeiros tornaram-se presentes em vários vestibulares nos últimos anos, proporcionando uma leitura sobre diferentes temas do cotidiano e que se encaixam no gênero "Crônica".

Toda Poesia - Paulo Leminsky
"Toda Poesia" é uma obra que reúne textos de Paulo Leminsky e que possibilita ao jovem leitor conhecer seu estilo de poesia em apenas um livro. "Qualidade, atitude, destreza com as palavras e improviso resumem os traços dos poemas desse grande mestre da arte poética", destaca a professora Tatiana.

Memórias Póstumas de Brás Cubas - Machado de Assis
Escrito em 1.881, "Memórias Póstumas de Brás Cubas" se mantém presente na leitura para os vestibulares. Com um enredo peculiar, Machado de Assis dá a palavra a um protagonista morto e, a partir do ponto de vista do personagem, o leitor acompanhar suas memórias e se diverte com sua trajetória.

A Hora da Estrela - Clarice Lispector
Clarice Lispector também é figura recorrente nos vestibulares brasileiros. Em "A Hora da Estrela", a autora traz a vida de Macabéa, personagem que tem a história contada por outro personagem: Rodrigo, o narrador. Macabéa é uma nordestina que parte para o Rio de Janeiro em busca de uma nova realidade, confrontando seus sonhos e idealizações com as dificuldades da vida real. 
Com um misto de drama (pela vida de Macabéa como um todo) e comédia, "A Hora da Estrela" consegue aproximar o leitor do texto pela sua descrição visual dos acontecimentos e da personalidade de Macabéa.

Modernidade Líquida - Zygmunt Bauman
Em "Modernidade Líquida", o leitor conta com a abordagem do sociólogo Zygmunt Bauman sobre as relações sociais da vida moderna, em que o autor promove uma discussão conceitual e prática sobre os seguintes aspectos: relações de trabalho; a relação sentimental entre os seres humanos, as incertezas e as inseguranças vividas. 
"A fluidez, a fragilidade, a fraqueza dos laços estabelecidos entre as pessoas são temáticas abordadas no livro", ressalta Tatiana. De acordo com a professora, "Modernidade Líquida" costuma atrair a atenção dos estudantes do ensino médio por ser uma obra que traz à tona a questão das relações humanas da modernidade.
Vidas Secas - Graciliano Ramos
"Vidas Secas" é o retrato do retirante nordestino. A história de Fabiano e sua família, na companhia da cadela Baleia, é contada de forma que chama a atenção pela descrição das cenas, das passagens cruas e dolorosas enfrentadas pelo povo do sertão e da abordagem nítida dos aspectos psicológicos de seus personagens.

Dom Casmurro - Machado de Assis
"Dom Casmurro" é o tipo de livro que estimula o leitor a investigar sobre os fatos e a analisar cada personagem apresentado pelo autor. A história trata-se de Bentinho e Capitu, jovens que são apaixonados um pelo outro, mas que se separam com a ida de Bentinho ao seminário. Preparando-se para ser padre, o protagonista conhece Escobar, rapaz que se tornará seu melhor amigo e companheiro de fuga do local. 
Ao passar dos anos e com diferentes acontecimentos, uma dúvida atormentará Bentinho: Capitu o traiu ou não com Escobar? O leitor terá que desvendar se houve adultério ou se tudo não passou de ciúmes do protagonista.

Memorial de Maria Moura - Rachel de Queiroz
O livro "Memorial de Maria Moura", de Rachel de Queiroz, conta a história da filha de um fazendeiro que fica órfã e se vê forçada a largar suas terras por causa da cobiça de seu padrasto e primos. Na companhia de alguns empregados, a jovem enfrenta dificuldade no sertão e passa a liderar saques e roubos, tornando-se uma lenda como fora da lei.

As Meninas - Lygya Fagundes Teles
Lygya Fagundes Teles foca suas obras na psicologia feminina e no ambiente urbano. Em "As Meninas", a autora aborda a Ditadura Militar em pleno período do regime (1973). O livro aborda a censura e a tortura, apresentando os conflitos vividos por três jovens universitárias que moram em um pensionato de São Paulo.

Confiança e Medo na Cidade - Zygmunt Bauman
Bauman traz em "Confiança e Medo na Cidade" o panorama das questões sociais e estruturais das grandes cidades. Há uma junção do ponto de vista sociológico com o geográfico sobre as localizações das comunidades em relação à condição social de cada uma. 

Nenhum comentário: