quarta-feira, 7 de novembro de 2018

Coronel que ameaçou ministros do STF deverá ser de deportado


A PGR também quer que o ministro Roberto Barroso acelere o processo no qual o deputado federal Eduardo Bolsonaro é acusado de crime de ameaça contra a jornalista Patrícia Lélis.

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, prepara um pedido de extradição do coronel da reserva Carlos Alves, que fez acusações contra ministros do Supremo Tribunal Federal. Segundo informação do Ministério Público Federal, o coronel estaria em Portugal.

As ameaças do deputado ocorreram por meio do aplicativo de mensagens Telegram após a jornalista negar no Facebook ter namorado o deputado. A denúncia foi aceita e está sob os cuidados do ministro Barroso.

O STF e o MPF decidiram agir para impor limites a pessoas que se sintam no direito de agredir as duas instituições diante de eventual eleição de Bolsonaro para a Presidência.

Vídeos que mostram as ameaças do coronel  da reserva poderão ser vistos na página do site Sem  medo da verdade no Youtube clicando nos textos abaixo

1 - Coronel ameaça STF e TSE e chama ministra Rosa Weber de vagabunda
2 - Coronel que xingou ministros volta a fazer graves denúncias
3 - Coronel diz que está sendo ameaçado pelo ministro Gilmar Mendes

Da redação com  Plantão Brasil



Postar um comentário