quinta-feira, 27 de agosto de 2020

Falecimento: Morre aos 71 anos o produtor musical e jurado Arnaldo Saccomani

O produtor musical e compositor Arnaldo Saccomani morreu na madrugada desta quinta (27), aos 71 anos. A informação é que Arnaldo sofria de diabete severa e insuficiência renal. 
 
Foto: Google
Segundo declaração de sua filha Tais Nascimento para o SBT o produtor musical e compositor Arnaldo Saccomani morreu na madrugada desta quinta-feira (27), aos 71 anos
A notícia também foi confirmada pelo jornalista Felipeh Campos, do programa A Tarde É Sua. Segundo ele, Sacomani estava em tratamento renal há dois meses e passava por hemodiálise. Amigos próximos afirmaram que o produtor estava muito debilitado e morreu em sua casa em São Paulo.
"Segundo a filha de Arnaldo, Julia Sacomani, o pai teve uma passagem tranquila com todos os familiares em casa na cidade de Indaiatuba interior da capital paulista. Durante a passagem de Arnaldo, a outra filha Thais Sacomani, que é cantora, começou cantar para o pai e segundo a própria Júlia, Sacomani partiu sorrindo e sereno. A despedida será no Parque Memorial Paulista em Embu das Artes e velório somente de duas horas, em decorrência da Pandemia, das 10:00 ao 12:00 desta quinta-feira", disse o jornalista.
Thais publicou nas redes sociais uma foto de mãos dadas com o pai. "Sempre estaremos juntos", escreveu.

O produtor musical Rick Bonadio foi um dos primeiros a se pronunciar nas redes sociais sobre a morte do amigo. "É com uma profunda tristeza que dedico esse espaço ao grande amigo, mestre e pessoa que me deu as primeiras oportunidades e incentivos na minha carreira na música. @arnaldosaccomanitv partiu agora à pouco. Sua querida filha Thais me avisou pois sabia da nossa relação de amizade e vida. O Arnaldo é um dos maiores produtores musicais desse país se não o maior. Talentoso, carismático e o rei dos comentários inesperados mas profundamente pertinentes. Obrigado ppr todos os ensinamentos mestre Lindaço , te conheci por um equívoco do destino e graças a você pude fazer o que mais amo na vida. Descanse em paz.", escreveu.
Fontes: SBT, Tahis Saccomani e Revista Marie Claire – Título e subtítulo: Amorim Sangue Novo

Atualização às 05:48
Arnaldo Saccomani (São Paulo24 de agosto de 1949 – São Paulo, 27 de agosto de 2020) foi um produtor musicalinstrumentista e compositor brasileiro.
Ele e sua filha Thaís Nascimento estão entre os vinte maiores arrecadadores de direitos autorais no Brasil. Desde o início de sua carreira, na década de 1960, produziu discos de Tim MaiaRita LeeRonnie VonFábio JúniorMara Maravilha e das Chiquititas Brasil. Também produziu na Espanha um disco do cantor mexicano Luis Miguel.
Também atuou em rádios, tendo dirigido a Antena 1 FM de São Paulo e a Jovem Pan II, lançando muitos radialistas de sucesso, como Antonio Viviane e Eduardo Thadeu.
Na década de 1990, foi um dos produtores responsáveis por lançar os grupos de pagode romântico que dominaram a cena musical. Em 1992, ele produziu o álbum auto-intitulado de Dominó e coescreveu duas canções, "Me Liga" e o single "Sem Compromisso". Em 1995, estabeleceu o contrato do grupo Mamonas Assassinas com a gravadora que os lançou. Alguns anos depois, lançou o Grupo Carrapicho e foi o responsável por trazer Tiririca para assinar seu primeiro contrato com uma gravadora em São Paulo.
Arnaldo foi nacionalmente conhecido pelo seu papel de jurado em programas de calouros do SBT, sendo os principais AstrosÍdolos e Qual é o Seu Talento?, tendo como sua última participação no Programa do Ratinho no quadro "Dez ou Mil", onde ele sempre desempenhou um característico estilo sério, imprevisível e ríspido, muitas vezes mal-humorado.
Saccomani sofria de diabetes e insuficiência renal. Ele morreu na madrugada de 27 de agosto de 2020, em sua casa em São Paulo. (Wikipedia)



Nenhum comentário: