sexta-feira, 25 de outubro de 2019

Vereador de Dracena diz que a mídia é composta de “frutiqueiros” e jornalista pede explicações

Foto meramente ilustrativa

O jornalista Amorim Sangue Novo, entrou com pedido de esclarecimentos do vereador Higor Tossato por ele haver dito em aparte que: “(...)a gente fala mídia mas, aqui em Dracena acho que só te uma mídia só, por que o resto é frutiqueiros” e outros impropérios contra um comunicador da cidade e por este motivo enviou Carta Aberta à Câmara local.

Leia:
"CARTA ABERTA Á CÂMARA MUNICIPAL DE DRACENA

À Câmara Municipal de Dracena
Aos cuidados de Sr. presidente, Milton Polon

Clovis da Silva de Amorim, brasileiro, casado, na qualidade de jornalista, com o codinome de Amorim Sangue Novo, de acordo com o processo 46442.000336/2010-54, devidamente registrado no Mtb/SP sob número 59858 e também credenciado nesta Casa de Leis sob Ato da mesa nº 17/2017 que regulamenta e credencia representantes da imprensa, venho até Vossa Excelência, solicitar providências para os abaixo:

Levando em consideração que o Sr. vereador Higor Tossato, na 33ª Sessão Ordinária, realizada no dia 21 p.p., em aparte à fala do seu colega Rodrigo Parra, usou textualmente a expressão “(...)a gente fala mídia mas, aqui em Dracena acho que só te uma mídia só, por que o resto é frutiqueiros” e outros impropérios contra um comunicador da cidade e, por este motivo, venho solicitar que, em plenário, o vereador Higor, uma vez que, ao citar que há somente uma mídia na cidade de forma indireta atingiu toda uma corporação, portanto para que não haja dúvidas quanto ao representante da mídia citado por ele, seja este edil, inquirido a citar o nome da referida mídia para não haja dúvidas quanto às outras mídias da cidade.

Lembro ainda que é de praxe estes arroubos do vereador Higor, por isto creio que o Sr., como representante maior desta entidade, peça que a linguagem do referido edil seja mais comedida e condizente com o que há na ética comportamental de nossos representantes

Lembro ainda que, primordialmente, cabe aos vereadores auxiliar a administração nos seus objetivos, por meio de indicações e/ou requerimentos; resguardando os deveres de honestidade; imparcialidade; legalidade; lealdade e representação dos moradores da cidade e, por isto mesmo, estou me dirigindo a esta entidade.

Outrossim, deixo claro que a Lei Orgânica datada de 04 de abril de 1990, em seu artigo 5º, reza que: “Ao Município compete prover a tudo quanto diga respeito ao seu peculiar interesse e ao bem estar de sua população, cabendo-lhe privativamente, dentre outras, as seguintes atribuições: I - legislar sobre assuntos de interesse local”
Por se tratar assunto de interesse de toda a sociedade creio que aplica-se aqui o Artigo 68 o qual determina que: “Aprovada a ata, o Presidente determinará a leitura da matéria do Expediente, obedecendo à seguinte ordem: I - expediente recebido do Prefeito; II - expediente recebido de Diversos; III - expediente apresentado pelos Vereadores.”
Ciente de sua sempre cordial atenção, segue o meu abraço faterno

Dracena, 25 de OUTUBRO de 2019.
Atenciosamente,

______________________________________
Clovis da Silva de Amorim"


Nenhum comentário: