segunda-feira, 23 de setembro de 2019

A casa caiu para o Alexandre Frota


Ex-motorista de Frota apresenta comprovantes de depósitos para  mulher do óra deputado. 
Alexandre Frota (PSDB-SP), durante manifestação contra a corrupção
e pelo  impeachment da então presidenta, Dilma Rousseff, em 2016
Marcelo Ricardo da Silva, ex-motorista do deputado federal Alexandre Frota (PSDB-SP), apresentou à Justiça de São Paulo comprovantes de depósitos bancários que realizou para a esposa de seu ex-chefe, Fabiana Rodrigues Frota.
De acordo com Silva, essas são as provas de que ele operou como laranja do deputado nos anos de 2017 e 2018, tendo sido colocado como proprietário de duas empresas de Frota, a FR Publicidade e Atividade Artística e a DP Publicidade Propaganda e Eventos, e recebendo e repassando valores para a esposa do deputado. Alexandre Frota nega a acusação (veja mais abaixo).
A alegação do ex-motorista foi noticiada por órgãos de imprensa em junho deste ano. Desde então, no entanto, jamais tinham sido divulgados documentos – aos quais a reportagem do DCM teve acesso – ligando a mulher do deputado ao caso, tampouco provas de transações financeiras entre os envolvidos.
Por causa da acusação que sofre, Frota resolveu acionar judicialmente seu ex-funcionário, por meio do processo número
1007364-74.2019.8.26.0152, que corre na Vara do Juizado Especial Cível e Criminal de Cotia (SP). É neste processo que constam os documentos reproduzidos nesta reportagem.
Conforme afirma o ex-motorista, ele teria sido colocado, no início de 2018, como proprietário das empresas de Frota, sem, no entanto, exercer qualquer papel empresarial, já que, segundo alega, sequer possui formação profissional para tanto. Posteriormente, o próprio deputado admitiu a sociedade com o ex-motorista, durante entrevista no programa Roda Viva, na TV Cultura, no mês passado. O documento abaixo prova a propriedade formal do ex-motorista.
Veja documentos clicando aqui >>>




Nenhum comentário: