sexta-feira, 3 de maio de 2019

Deputado do PSL, ameaça petistas na Alesp

“No meu gabinete tem duas pessoas armadas"  disse Adalberto Freitas, do PSL e deputados do PT acionaram o Conselho de Ética e Decoro Parlamentar para exigir detector de metal na Assembleia Legislativa de São Paulo


Os deputados estaduais Adalberto Freitas e Douglas Garcia, ambos do PSL-SP, ameaçaram os deputados da bancada do PT, nesta quinta-feira (20), no Plenário da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp).
“No meu gabinete tem duas pessoas armadas que me defendem. Se forem lá, no terceiro andar, 3109, peça para ir lá, e vou deixar aqui acertado, viu senhor presidente, se acontecer algum acidente nesta casa, se eu ter de defender a minha integridade e acontecer algum problema de morte nesta casa, a culpa vai ser da senhora, a culpa vai ser da senhora”, disse Adalberto Freitas, se referindo à deputada Professora Bebel (PT).
A confusão teve início com a deputada Janaína Paschoal (PSL) criticando a militância do Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp) e da deputada Professora Bebel, insinuando que a petista instrumentaliza a Comissão de Educação.
Democracia
Em seguida, o deputado Teonílio Barba, líder da bancada do PT, se pronunciou e disse que faz parte da democracia a diversidade de ideias e divergências. Afirmou, ainda, que tem certeza que a deputada Bebel e a militância da Apeoesp nunca ameaçariam qualquer parlamentar.
Foi quando Adalberto Freitas foi ao microfone e fez ameaças. Diante disso, a bancada do PT levará a denúncia ao deputado Cauê Macris, presidente da Alesp, representará os deputados do PSL ao Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Assembleia Legislativa e cobrará a instalação de detector de metais no Plenário.

Atualização - 09:00 horas
Nossa redação apurou que o deputado Adalberto Freitas, tem no seu quadro de funcionários, pagos pela ALESP, sendo que dois deles são agentes de segurança parlamentar que, normalmente são agentes policiais a serviço Polícia do Estado de São Paulo




Nenhum comentário: