sexta-feira, 24 de maio de 2019

Comentário do dia - 24/05/19

Tentar calar a imprensa pode ser uma faca de dois gumes

Não é novidade alguma o fato da maioria dos políticos tentarem calar a mídia, porém nas cidades pequenas seus procedimentos são mais visíveis, não só aos olhos da sociedade como também de julgadores de causas com argumentos que nem sempre coadunam com a verdade, o que leva tais políticos ao descrédito e a tomada de decisões judiciais que venham a proteger os direitos da imprensa livre, portanto seria de bom alvitre que tais pretendentes, ao contrário de tentar calar os seus supostos opositores, contivessem suas iras e seus gritos em suas próprias gargantas, assumindo assim seus erros e má postura não só como gestores como pessoais.

Ouso aqui parodiar Caminha, primeiro comunicador do Brasil em sua citação "em se plantando tudo dá" para: em se plantando tudo se colhe e Chico Buarque de Hollanda e Ruy Guerra que, “fugindo” das regras estabelecidas, ludibriou a censura e lançou a música, Cala a boca, Bárbara, contudo os tempos e a cultura são outros e, apesar dos pesares desta falsa democracia que vivemos, a liberdade de expressão é e deve ser mantida sem mordaças, mesmo com os “cala boca” sugerido por vários políticos e seus seguidores popularmente conhecidos por puxa-sacos, os quais normalmente são beneficiados de uma outra forma.

Nenhum comentário: