quarta-feira, 10 de abril de 2019

Utilidade pública - Vacina antigripal

Começou hoje, (10), a vacinação contra gripe em todo o território brasileiro

Nota no site da prefeitura de Dracena:
Campanha de Vacinação contra a Gripe Influenza terá início a partir
desta quarta-feira (10), em todo o país.
Conforme orientação do Ministério da Saúde, a Campanha será
realizada em etapas, portanto é importante se atentar às datas de cada público, conforme as recomendações abaixo:
A partir do dia 10 de abril: crianças de 06 meses a menores de 06
anos, gestantes
e puérperas (mulheres até 45 dias após o parto);
A partir do dia 22 de abril: pessoas com 60 anos ou mais de idade,
trabalhadores da saúde, professores, pessoas com doenças crônicas (com
comprovante ).
dia "D" da Campanha será no dia 04 de maio, em locais que serão
divulgados em breve.
As vacinas serão aplicadas no Centro de Saúde Dr. Takashi Enokibara, na Sala de Vacina, de segunda à sexta-feira, das 07h às 15h.
No caso de pessoas acamadas é necessário deixar o nome e endereço nas unidades de saúde, pois estas pessoas serão vacinadas em suas residências no dia D da Campanha.
Observação:
É importante levar a carteira de vacinação e o Cartão Nacional do SUS (CNS). Os professores precisam também, obrigatoriamente,
um documento com foto e holerite do mês anterior.
Saiba mais sobre as vacinas contra gripe
As vacinas contra a gripe são vacinas que conferem proteção contra os vírus da gripe. Uma vez que os vírus da gripe se alteram rapidamente, a cada dois anos é desenvolvida uma nova versão da vacina.Embora a sua eficácia varie de ano para ano, a maior parte das vacinas confere de moderada a elevada proteção contra a gripe.A eficácia da vacina em pessoas com menos de dois anos ou mais de 65 anos de idade é ainda inconclusiva. A vacinação de crianças pode proteger pessoas em redor.
Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda a vacina para praticamente todas as pessoas com mais de seis meses de idade, especialmente para os grupos de risco. O Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças recomenda também a vacinação anual de grupos de risco. Os grupos de risco incluem mulheres grávidas, idosos, crianças entre seis meses e cinco anos de idade, pessoas com outros problemas de saúde e profissionais de saúde.
As vacinas são geralmente seguras. Em 5–10% das crianças vacinadas pode ocorrer febre. Em alguns casos verifica-se dor muscular temporária ou sensação de cansaço. Em determinados anos, uma em cada milhão de doses esteve associada a um aumento do síndrome de Guillain-Barré em idosos. A vacina não deve ser administrada a pessoas que tenham manifestado alergias graves a versões anteriores da vacina. Embora a maior parte das vacinas contra a gripe sejam fabricadas com base no ovo, mantém-se a recomendação de vacinação para pessoas com alergia ao ovo, mesmo que grave. As vacinas estão disponíveis em versões com vírus inativados ou atenuados. A versão inativada deve ser usada em grávidas. As vacinas podem ser administradas por injeção intramuscular, injeção na pele ou por spray nasal.
A vacinação contra a gripe começou a ser feita na década de 1930. A vacinação diminui o tempo de doença e o número de consultas médicas, hospitalizações e mortes. Quando um trabalhador vacinado contrai gripe, regressa ao trabalho em média um dia mais cedo.[12] A vacina faz parte da Lista de Medicamentos Essenciais da Organização Mundial de Saúde, os medicamentos mais eficazes e seguros fundamentais para um sistema de saúde. Em 2014, o preço médio de retalho em países em vias de desenvolvimento era de cerca de 5,25 dólares norte-americanos por dose.
Da redação, com Wikipedia

Nenhum comentário: