sexta-feira, 8 de março de 2019

Pedidos de Comissões Processantes são rejeitados pela Câmara de Dracena


Denúncias contra o prefeito Juliano Brito Bertolini e os vereadores Rodrigo Parra e Ailton Lorensetti foram feitas após relatório final da CEI da APMIAD
A Câmara Municipal de Dracena rejeitou na noite de quinta-feira (7) os pedidos para que fossem instaladas Comissões Processantes para investigar o prefeito Juliano B. Bertolini e os vereadores Rodrigo Parra e Ailton Lorensetti.

Durante a sessão, e seguindo o regimento interno, foram lidas todas as denúncias na íntegra e, após isto, iniciada a votação para decidir se o legislativo acataria ou não o teor das denúncias. O processo foi feito através de votação simbólica e era necessária aprovação pela maioria simples, sendo que o presidente da Câmara, Milton Polon, só votaria em caso de empate.

Os pedidos foram rejeitados e arquivados conforme a seguinte votação:

- Comissão Processante contra o vereador Rodrigo Parra:
A favor: Os vereadores Juninho do Esporte, Kielse Munis, Maria Mateus e Victor Palhares.
Contra: Os vereadores Ailton Lorensetti, Célio Ferregutti, Cláudio José Pasqualeto, Higor Tossato, Pedro Gonçalves Vieira, Rodrigo Castilho e Sara Scarabelli.
O vereador Rodrigo Parra se absteve.

- Comissão Processante contra o prefeito:
A favor: Os vereadores Juninho do Esporte, Kielse Munis, Maria Mateus e Victor Palhares.
Contra: Os vereadores Ailton Lorensetti, Célio Ferregutti, Cláudio José Pasqualeto, Higor Tossato, Pedro Gonçalves Vieira, Rodrigo Castilho, Rodrigo Parra e Sara Scarabelli.

- Comissão Processante contra o vereador Ailton Lorensetti:
A favor: Os vereadores Juninho do Esporte, Kielse Munis, Maria Mateus e Victor Palhares.
Contra: Os vereadores Célio Ferregutti, Cláudio José Pasqualeto, Higor Tossato, Pedro Gonçalves Vieira, Rodrigo Castilho e Sara Scarabelli.
Os vereadores Ailton Lorensetti e Rodrigo Parra se abstiveram.

Entenda 
Em 26 de fevereiro, o cidadão e eleitor Valter Fernandes protocolou três pedidos de abertura de comissão processante e em seguida, quatro membros da CEI da APMIAD, os vereadores Maria Mateus, Kielse Munis, Juninho do Esporte e Victor Palhares também protocolaram os mesmos pedidos, tendo como base o relatório final da Comissão Especial de Inquérito que investigou o possível mau uso do dinheiro público pela APMIAD.

Como as denúncias foram apresentadas no mesmo dia, com os mesmos objetos e nos mesmos termos, prevaleceu para votação o primeiro protocolo apresentado pelo cidadão.

O texto, do seu original é da a
ssessora de Imprensa da Câmara







Nenhum comentário: