segunda-feira, 25 de março de 2019

Comentário do dia – 25/03/19

Muito barulho por nada: entre tuítes e bate-bocas, um governo estacionado

Rodrigo se cansou de Sergio que era ídolo de Carlos que era filho de Jair que contava com Vitor que não queria negociar com ninguém. Acompanhar passo a passo o bate-boca entre os poderes nos últimos três dias não é tarefa fácil. No centro do emaranhado, está um presidente da Câmara que cansou de fazer o papel de articulador político em favor de um presidente da República que reluta para vestir a camisa das reformas que o seu próprio governo envia ao Congresso.
Em um telefonema ao ministro da Economia, Paulo Guedes, Rodrigo Maia (DEM) disse que não vai mais estar à frente da articulação pela reforma da Previdência na Casa. Kelli Kadanus elenca cinco recados de Maia ao presidente Jair Bolsonaro (PSL) em pronunciamentos e entrevistas nos últimos dias.

(Felipe S. Koller, no Gazeta do Povo) 

Vídeos meramente ilustrativos

Nenhum comentário: