domingo, 3 de fevereiro de 2019

Dono da pousada de Brumadinho gravou vídeo “a gente vai embora”?

De fato, a mensagem é muito bonita e pode ajudar muita gente a refletir sobre a vida. Mas será mesmo que a pessoa do vídeo é o dono da pousada que morreu no desastre de Brumadinho? Não, não é. Segura aí que a gente explica tudo.


De cara, já vimos que havia algo errado na história. Para além da mensagem (que tem as principais características de boatos online), uma legenda logo no início do vídeo entrega a farsa. Nela, aparecem as seguintes palavras: “A Gente Vai Embora… Sérgio Cursino”.
Essa informação deixa três hipóteses no ar: 1) O dono da pousada é o Sérgio Cursino. 2) O dono da pousada gravou um vídeo escrito por Sérgio Cursino. 3) A mensagem que circula online é falsa.
As respostas começam a aparecer quando buscamos pelo nome do dono da pousada que morreu em Brumadinho. O nome dele era Márcio Mascarenhas. Isso elimina a hipótese de que a pessoa que morreu era o Sérgio Cursino.
A segunda hipótese é eliminada por mais dois fatores. O primeiro é que Márcio Mascarenhas não se parece com a pessoa do vídeo. O segundo é que, ao buscar pela origem do vídeo, descobrimos que a pessoa do vídeo é o próprio Sérgio Cursino. Assista à postagem original:
Ao buscar por mais informações na página de Cursino no Facebook, que é jornalista e professor da UFRJ, achamos um desmentido, na medida do possível, bem-humorado: “COMUNICADO Sou o morto mais saudável do Brasil. E vivo”, disse.
Resumindo: a história que aponta que o dono da pousada de Brumadinho gravou um vídeo sobre desapego com o título “a gente vai embora” é falsa. O autor do texto e narrador do vídeo é o jornalista Sérgio Cursino, que está muito saudável e vivo.

Postado no Boatos.org - Vídeo recebido via WhatsApp

Veja o vídeo com o desmentido clicando aqui >>>

Nenhum comentário: