domingo, 30 de setembro de 2018

Morre em São Paulo a cantora Ângela Maria


Morreu na madrugada deste domingo (30) aos 89 anos em São Paulo a cantora Ângela Maria. A informação foi confirmada ao UOL por seu produtor, Thiago Marques Luiz, e pelo marido da artista, Daniel D'Angelo, em vídeo postado na página na página oficial da cantora no Facebook.

A causa da morte ainda não foi divulgada. "É com o coração partido que eu comunico a vocês que a minha Abelim Maria da Cunha e a nossa Ângela Maria partiu. Foi morar com Jesus", disse 

A causa da morte ainda não foi divulgada. "É com o coração partido que eu comunico a vocês que a minha Abelim Maria da Cunha e a nossa Ângela Maria partiu. Foi morar com Jesus", disse D'Angelo. "Ela teve uma trajetória de 34 dias no hospital. Estava sofrendo muito e hoje nos deixou." 


Ouça Ave Maria no Morro, um dos grades sucessos de Ângela Maria




Saiba quem foi Ângela Maria

Angela Marianome artístico de Abelim Maria da Cunha (Conceição de Macabu, Estado do Rio de Janeiro13 de maio de 1929) - (São Paulo29 de setembro de 2018), é uma cantora e atriz brasileira, expoente da Era do Rádio e considerada dona de uma das melhores vozes da MPB.
Intérprete de canções como "Babalu" (Margarita Lecuona), "Gente Humilde" (Garoto/Chico Buarque/Vinicius de Moraes), "Cinderela" (Adelino Moreira) e "Orgulho" (Waldir Rocha/Nelson Wederkind), serviu como fonte de inspiração para artistas como Elis ReginaDjavanMilton NascimentoNey MatogrossoCesária Évora e Gal Costa, além de ter sido, comprovadamente pelo Ibope, por um longo período, a cantora mais popular do Brasil e conquistado a admiração de personalidades como Édith PiafGetúlio VargasJuscelino KubitschekAmália Rodrigues e Louis Armstrong.

Carreira
Em 1947, aos 19 anos, trabalhava de dia, e a noite, tentava de todos os meios conseguir vaga em algum programa de música, indo de rádio em rádio fazer inscrições para sorteios, até que conseguiu ser premiada e se apresentou aos jurados em uma rádio, e passou no teste. Com isso, começou a apresentar-se como cantora no "Pescando Estrelas", um programa de calouros. Adotou o nome de Angela Maria para não ser identificada pela família, que se soubesse, não a deixaria nem mais sair de casa. Sua interpretação era considerada belíssima, sempre tirava nota máxima e ganhava todos os concursos. Todos a queriam para cantora e assim, foi cantar no famoso Dancing Avenida e depois na rádio Mayrink Veiga. Em 1951, com a família já sabendo de tudo e mesmo a contragosto, após muitas brigas, acabaram aceitando a vontade da filha, Angela gravou o primeiro disco. Veio assim os sucessos que a consagraram.
Com grande sucesso no Brasil, passou a viajar o mundo com canções belíssimas em sua voz considerada muito harmônica. Além de cantora, fez cursos de teatro, e atuou em cinema, no longa-metragem Portugal, Minha Saudade em 1973.
Angela Maria consagrou-se como uma das grandes intérpretes do gênero samba-canção (surgido na década de 1930), ao lado de MaysaNora Ney e Dolores Duran.
Gravou dezenas de sucessos como Não Tenho VocêBabaluCinderelaMoça BonitaVá, mas VolteGarota SolitáriaFalhaste coraçãoCanto paraguaioA noite e a despedidaGente humildeLábios de mel, etc.
Em 1994 foi Homenageada pela Escola de Samba Paulistana "Rosas de Ouro", que com o Enredo "Sapoti",foi consagrada Campeã do Carnaval de São Paulo nesse ano.

Angela Maria com Carmen Miranda e Almirante em 1955. Arquivo Nacional.
Em 1996, foi contratada pela gravadora Sony Music e lançou o CD Amigos, com a participação de vários artistas como Roberto CarlosGal CostaCaetano VelosoAlcioneFafá de Belém entre outros. O trabalho foi um sucesso, celebrado num espetáculo no Metropolitan, atual Claro Hall (Rio de Janeiro), e um especial na Rede Globo. O disco vendeu mais de 500 mil cópias.
Foi uma fase muito feliz da carreira da cantora que, no ano seguinte, apresentou o álbum Pela Saudade que Me Invade, com sucessos de Dalva de Oliveira, e um ano depois gravou, com Agnaldo Timóteo, o CD Só Sucessos, também na lista dos cem álbuns nacionais mais vendidos. Após a saída da Sony, Angela voltou a gravar em 2003, desta vez pela Lua Discos, o Disco de Ouro, com um viés eclético, abrangendo compositores que vão de Djavan a Dolores Duran.
No ano de 1994 o cantor Ney Matogrosso gravou um disco, Estava escrito, em homenagem a Angela Maria. O álbum contém canções do repertório da cantora e que ficaram consagradas em sua voz.
Em 2011, após 45 anos do surgimento da série Depoimentos para a Posteridade do Museu da Imagem e do Som do Rio de Janeiro, foi convidada em 23 de agosto para deixar registrada sua história. Na entrevista contou passagens importantes de sua carreira artística, afirmando ter gravado 114 discos e vendido cerca de 60 milhões de exemplares.
Nas eleições municipais de 2012, candidatou-se a vereadora da cidade de São Paulo pelo PTB, porém não se elegeu.
Em 2015, é lançada a sua biografia escrita pelo jornalista Rodrigo Faour, que contou com depoimentos preciosos da cantora.

Discografia

Álbuns de estúdio

AnoÁlbumGravadora
1955A Rainha CantaCopacabana
1956Sucessos de Ontem na Voz de HojeCopacabana
1956Ângela Maria ApresentaCopacabana
1957Quando Os Maestros Se Encontram Com Angela MariaCopacabana
1958Para Você Ouvir e DançarCopacabana
1962IncomparávelRCA Victor
1962Canta Para o MundoRCA Victor
1965BonecaCopacabana
1969Quando a Noite VemDisco Lar
1969Angela em Tempo JovemCopacabana
1970Angela de Todos os TemasCopacabana
1975AngelaCopacabana
1980Apenas MulherOdeon
1982Estrelas da CançãoOdeon
1984Sempre AngelaOdeon
1985Angela MariaRGE
1987Angela MariaRGE
1996AmigosColumbia
1997Pela Saudade que me Invade (Um Tributo a Dalva de Oliveira)Columbia
2006Não Tenho VocêContinental
2017Ângela Maria e as Canções de Roberto & ErasmoBiscoito Fino

Álbuns ao vivo

AnoÁlbumGravadora
1993Angela & Cauby - Ao VivoRCA

Coletâneas

AnoÁlbumGravadora
1954Sucessos de Angela MariaCopacabana
1955Sucessos de Angela Maria Nº2Copacabana
1973Série ColagemCopacabana

Da redação com, UOL, Youtube e Wikipedia

Nenhum comentário: