sábado, 3 de março de 2018

Quem disse que jornalista não tem coração?

Uma crônica em homenagem póstuma ao sempre amigo Marco Aurélio Naufal 


Leia o comentário de Francisco Torturello (Xikão)
”Amorim. A saudade bateu, o coração apertou, assim com esta sintonia corporal, as lagrimas descem com naturalidade. Afinal, um grande amigo, não se esquece fácil, mesmo quando os corpos não se vêem, as almas se encontram.”

Veja aqui a página em memória a Marco Aurélio >>>

Matérias relativas:
Deputado Bragato mata a “cobra” e mostra o resultado >>>

Leia também:
Gol inicia venda de passagens de Prudente para Congonhas, em São Paulo >>>

Nenhum comentário: