sábado, 19 de agosto de 2017

A Bahia, Doria e o Ovo


Imagem ilustrativa
"Bahia de todos os santos
Bahia dos belos negros povos
Bahia de tantos encantos
Bahia de todos os ovos

Bahia que odeia picareta
Bahia do seu Jorge Amado
Bahia de uma gente porreta
Bahia dos ovos louvados

Ah, Bahia de Castro Alves
Eterno libertário cancioneiro 
Para sempre, salve, salve
Cada ovo dos teus terreiros

Bahia de tantos cantadores
De Caetano, Bethania, Gil...
Tem uma Elite de Atiradores
De ovos justiceiros do Brasil

Viva a pátria amada baiana
Pelô amanhece todo contente
Ovos praparados à doriana
Lavam a alma da nossa gente

Como uma canção que embala
Golpistas sempre lembrarão:
Se a direitona manda bala
Baiano manda ovos em trairão

E João Doria, o ovacionado 
Foi castigado, o Brasil viu
Por ter impiamente judiado
Dos pobres da garoa, do frio

Por fim, falando da doriana
Que tal a nossa gente virar
Cem por cento vegetariana
Só pra ter mais ovos a atirar?

No mais, o baiano brasileiro
Apenas um recado quis mandar:
Eis aí um OVO JUSTICEIRO
Esperando o TEMERoso passar"

(Jetro Cabano Fagundes, poeta paraense, 

Farinheiro do Marajó e de Ananin)

Nenhum comentário: